domingo, 25 de janeiro de 2009

Amar


Desenho - Carlos Lyra

Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados amar?


Que pode, pergunto, o ser amoroso,
sozinho, em rotação universal, senão
rodar também, e amar?
amar o que o mar traz à praia,
o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?

Amar solenemente as palmas do deserto,
o que é entrega ou adoração expectante,
e amar o inóspito, o áspero,
um vaso sem flor, um chão de ferro,
e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma avede rapina.

Este o nosso destino: amor sem conta,
pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.

Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa
amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.

Carlos Drummond de Andrade

9 comentários:

Mai disse...

Oi, Paulo.

É isso.
Algo que é tudo e não se ve. Apenas se sente...
Adoro vir aqui.

Amar é tudo e precisa ser um nada simples...

Carinho.

Jefferson Bessa disse...

Em todos os momentos... amar se espalha e se torna o que constantemente existirá em tudo e em todos.

Branca disse...

Esse é um dos que mais gosto dele...boa escolha!

bom domingo pra vc,
bjos.

Maria disse...

Eis meu tema favorito: AMOR. Correspondido ou não, fratero ou não, eterno ou eterno (pra mim ele sempre é eterno), infinitamente misterioso. Poderia ler todos os versos de amor e não me daria por satisfeita.

Belíssima escolha!

Destaco meu trecho favorito:

"Este o nosso destino: amor sem conta,
pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor".

Beijos doces

Beto Canales disse...

Como sempre lembro: Drummond nunca é demais...

Esterança disse...

Concordo, Drummond nunca é demais,

ele é essencial!


e amor, vital!


bjs!

* Leticia * disse...

Tem uma coisa pra ti no meu blog, vê lá!!

beijoss

Esterança disse...

Oi meu caro Paulo,

passando para deixar um abraço,

e dizer que mudei de foto,

mas continuo a mesma.. rs


beijo estelar no coração!

Mai disse...

Tem um texto por lá que gostaria de te mostrar.

Beijos.