terça-feira, 14 de julho de 2009

Um Dia de Sol


Fotografia: Bella

Parece que já não sou o mesmo. Suspenso na fronteira dos sonhos, tenho o calor de um dia ensolarado, a sutileza duma flor, a delicadeza de suas formas, suas cores mágicas.
Espelho d'água a refletir sentimentos, espectros da alma.
Sinto-me nascido.
E olho a flor, e sorrio! Já não dá prá não voltar, Não sou eu que me faço voar.

Paulo

13 comentários:

Mai disse...

Olhos que vêem a delicadeza de tudo, a beleza de tudo, as sutilezas de tons de rosa e azul.
Olhos também são Espelhos d'água como aguas são espelhos aos olhos do poeta.

Beijos, Paulo.

Mateus Araujo disse...

Do amor não se volta. Os olhos é que ligam a maior parte dessas duas almas. Muito lindo!
Abraçoo

Branca disse...

Cada dia é um re-nascimento; uma oportunidade de recomeçar (se for o caso) ou de nos aventurarmos às várias possibilidades que a vida apresenta.

Boa semana pra vc!

Bella disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bella disse...

Simplesmente...lindo!!!

Thiago Ya'agob disse...

Boa noite, Paulo. Perdoe-me a invasão - mas navegando pelas águas dos DOIS RIOS fui impelido de forma saudável no encontro das águas, aqui no MOMENTO ESCRTIO.

Belo blog, amigo em letras. Belo post também.

Um abraço.

Shalom.

Mai disse...

E tudo muda e, de repente já não somos mais os mesmos e que bom que é assim e felicidade é saber lidar com as mudanças em meio ao tempo, abandonando o que não é preciso, e deixando dores para trás.

Abraços, querido,

Saudades.

Dois Rios disse...

Querido Paulo,

Que os sonhos, a luz do sol e a delicadeza das flores sejam sempre importantes componentes na estrada do nosso viver.
Belo texto!

Beijo,
Inês

[ rod ] disse...

Obrigado pelo jogo de palavras as 13 que fizeram parte... e a ida meu caro pode ser um caminho sem volta.

Abs,





Novo dogMa:
há gosTo...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Mai disse...

Eu não conhecia a Amy.
Suportar tudo sozinho...Mas suportar porque somos, mas não estamos sós.

Um beijo, Paulo,

saudades de ti.

Maria disse...

Não volta, querido. Não volta, faz teu voo entre os mundos... e passa por aqui. Meu beijo
P.S.: Texto lindo, lindo!

Mai disse...

Ok.
Onde andas que me deixas sentindo saudades, Paulo?

PAULOOOOOOOOOOO, não sei se a voz da Amy te enfeitiçou ou se amas desmesuradamente, não sei que é feito de ti mas não suporto silêncios prolongados e sei que, seja o que for, és forteo bastante para pores um outro vídeo no lugar deste.
Somente quem é forte consegue assumir suas fragilidades e dores.

Abraços,

O que Cintila em Mim disse...

Que o valor das coisas esteja em teu olhar e não no objeto olhado.